This a forum for random role playing.
 
HomeMemberlistCalendarFAQSearchLog inRegister

Share | 
 

 O Prólogo de Hikari

View previous topic View next topic Go down 
AuthorMessage
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: O Prólogo de Hikari   Tue 3 Feb - 19:05

O Prólogo de Hikari





Prólogo da personagem Hiruma Hikari para uma possível campanha de L5R, que não tem vagas no momento.

Essa história se passa no mundo de Rokugan, no cenário e sistema de Legend of the Five Rings.


*imagem oficial de L5R, não representa Hikari, embora seja uma samurai-ko do clã caranguejo, como ela*
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Tue 3 Feb - 19:17


Já fazia mais de um ano que Hiruma Hikari estava servindo como yojimbo para um embaixador do clã Unicórnio em terras do Louva-Deus. Haviam lhe dito que aquela era uma grande honra para um samurai do Caranguejo, que o clã fundado por Hida estava para com Ide Tadashiro devido a auxílios que este diplomata de vestes púrpuras em algumas negociações com os Yoritomo. No entanto, Hikari sabia que aquelas não haviam sido palavras sinceras e que ter sido assignada aquele serviço inglório, em um lugar pacato tão longe da Muralha, era tão somente uma punição pelo escândalo do duelo contra Yasuki Nobuyuki.

A cidadezinha de Mura no Rin’en era próximo das terras do Caranguejo, mas ainda assim, toda a situação parecia fazer com que fosse muito longe. Situada na província Kakasu que, desde muito tempo atrás, mesmo quando ainda eram o clã-menor da Raposa, era controlado pela família Kitsune do clã Louva-Deus, Mura no Rin’en era um lugar pacato, arborizado e cercado por reminissências da grande floresta de Kitsune Mori. Um bom lugar para um guerreiro cansado das batalhas se aposentar, talvez, mas de forma alguma apropriado para uma jovem samurai-ko que gostaria de combater e, se necessário, morrer combatendo as Terras Sombrias e o poder maligno do Jigoku.

Alguns poderiam pensar que, sendo um embaixador, diplomata e comerciante do clã Unicórnio, Ide Tadashiro estaria constantemente viajando para cidades maiores nas redondezas, principalmente para Kyuden Kitsune, o palácio ancestral da família Kitsune e seu centro de poder, o que poderia amenizar a falta de ação que aquela região tinha para oferecer a Hikari. No entanto, Tadashiro era tão bom com palavras quando era usando seus hashis e tão simpático e pacato quanto era grande a sua redonda barriga. Detentor dos tão afamados pacifismo e amabilidade dos cortesões da família Ide, o dignatário era um homem muito gordo e muito estimado por seus contatos do Clã do Louva-Deus. Quase não precisava se ausentar de sua residência que, de tanto tempo que nela passara, já se tornara quase permanente. Sendo sua yojimbo pessoal, o mesmo se aplicava à Hikari.

E então que era um dia como qualquer outro. Hikari não saíra em momento nenhum da mansão de Ide Tadashiro e, sentada em uma sala abastada, com móveis de alguma madeira rica importada das colônias, via enquanto o homem se banqueteava tanto de iguarias rokugani clássicas, frutas exóticas vindas dos antigos Reinos de Marfim e carne, um alimento que era bárbaro para a cultura do Império de Jade, mas que Hikari havia aprendido a apreciar. No entanto, aquilo não era de forma alguma uma espécie de tortura direcionada à Samurai-Ko do Clã Caranguejo, já que ela estava muito bem alimentada depois de um bom almoço. Grandioso em seu bom humor e em sua silhueta redonda, era hábito de Tadashiro comer quase que o dia inteiro.

Ide Tadashiro não estava sozinho. De forma bastante descontraída, como que entre bons amigos, conversava entre uma iguaria e outra com Kitsune Katsumori, um shugenja do clã Louva-Deus que, até onde Hikari poderia dizer, era amigo do Únicornio já fazia algum tempo. Com suas vestes verdes encimadas por uma casaca marrom, Katsumori conversava animadamente, falando sobre assuntos diversos. Entre risos comedidos, doses mínimas de sakê, ocasionalmente a dupla falava sobre Iweko Seiken e Iweko Shibatsu - filhos da imperatriz -, as Colônias nos antigos Reinos de Marfim e alguns samurai que haviam discutido ferrenhamente sobre quem iria suceder ao trono.

Hakari sentava-se de seiza em um canto da grande sala de reunião, há alguns metros da dupla. Sua katana repousava ao seu lado.
Ide Tadashiro:
 
Kitsune Katsumori:
 
Em Off:
 
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Tue 3 Feb - 19:45

Hikari estava entediada. Naquele dia, mais que em todos os outros. Para passar o tempo e para pelo menos criar a ilusão pra si mesma de que ainda sabia usar sua katana, ficou ali parada, imaginando o que deveria fazer caso algum súbito atentado acontecesse a Ide Tadashiro naquele momento. Analisou todas as formas de invadir e todas as formas que ela poderia fazer para defender aquele homem, alvo tão fácil devido a sua imensa barriga.  Segurou o cabo da sua katana e ficou escutando todos os ruídos do lado de fora, com os olhos fechados e nutrindo a esperança de que alguma coisa - qualquer coisa - acontecesse.


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:23; edited 2 times in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Wed 4 Feb - 17:09

No entanto, as esperanças de Hikari foram em vão, pois nada aconteceu. Os dois samurai continuaram à mesa, conversando. Katsumori vez ou outra apenas tocava no seu sakê, enquanto Tadashiro mostrava a voracidade de sua eterna gula. A conversa dos dois ainda circulava em torno da questão dos dois herdeiros da Imperatriz Iweko.

- Meu estimado amigo - dizia Ide Tadashiro - creio que a questão da sucessão se tornará um assunto grandioso dentro de alguns meses. Seiken-sama pode ser o mais velho, no entanto, em momento nenhum sua divina mãe anunciou que seria ele a sucedê-la.

- Mas Tadashiro-san, acredita mesmo que Iweko Shibatsu tem condições de chegar ao trono? Tendo sido criado em meio ao clã da Aranha por Daigotsu Kanpeki, filho do próprio Daigotsu que reina um império do mal no Jigoku, é de se esperar que exista para ele pouco suporte da maioria dos grandes clãs.

- Assim vou acabar pensando mal de você, Katsumori-san, não estamos há tempos lidando com a questão do Dragão apoiar a Aranha? Sem contar o meu próprio clã, o Unicórnio, cuja opinião geral, lamentavelmente.

Hikari ouviu o som de um vasilhame de saquê ser depositado na mesa. Já fazia algum tempo em que, durante conversas casuais com Katsumori, o tema do clã da Aranha era discutido. O mais novo dos Grandes Clãs, a Aranha era uma anátema dos Caranguejo. Criado por Daigotsu, quando este era senhor das Terras Sombrias, como parte de um plano para destruir o império, foi aceito, devido a um acordo, como Clã oficial de Rokugan pela Imperatriz Iweko. Mesmo atualmente, emprega diversos samurai marcados com a mácula da Terra Sombria e muitos de seus membros reverenciam o reino espiritual do mal, o Jigoku e o seu mestre. As más linguas dizem ainda que tal clã mantêm relações com criaturas malignas como onis e outras monstruosidades, acusações sempre negadas pelos hábeis cortesões de Daigotsu Kanpeki.

Logo Tadashiro voltou a falar. Dirigiu um sorriso para onde Hikari estava sentada e chamou sua atenção.

- Mas e quanto a você, minha estimada Hikari-san? - começou ele, com afeto - Qual a opinião que mantêm sobre o clã da Aranha? Se me permite o pedido, peço que diga o que o seu coração sente sobre a questão, e não o que lhe é esperado responder.
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Thu 5 Feb - 11:28

Penso o que qualquer pessoa sensata do meu clã pensa: eles não são confiáveis.


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:24; edited 2 times in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Thu 5 Feb - 22:47

Tadashiro lançou um olhar cheio de significado para Katsumori e este escondeu o nariz e os lábios com um leque bonito e decorado. Pelos olhos do shugenja do clã do Louva-Deus, era possível ver que estava sorrindo, talvez em meio a risos.

— Pois veja, meu honorável anfitrião, mesmo yojimbo podem ter uma lingua moderada, afinal! — disse Katsumori por detrás do leque, havia algo de estranho, mas não de hostil ou irreverente em sua voz  — Muitos dos caranguejo costumam ter uma opinião mais… forte quanto ao clã da Aranha. Tão forte quanto um golpe dos onis que ele mesmos combatem. — e então ele se apressou em acrescentar — Mas claro que um Louva-Deus como eu não saberia tão bem sobre a postura de um Clã quanto alguem a quem dele é vassalo.

Curiosamente, Katsumori mais olhava para Tadashiro do que para Haruki

Aproveitando o tempo da resposta de Hikari e de seu companheiro, Ide Tadashiro se empanturrou com vários sashimis e pedaços de carne grelhados. Terminou de engolir tudo as pressas.

— Ora, Katsumori-san um bom samurai sabe desenvolver diversas capacidades, em prol de melhor suprir as necessidades de seu clã e do império — sorriu Tadashiro, com seus olhinhos quase se fechando, havia algo de desafio em seu tom.

O samurai do clã do unicórnio fez uma pausa, na qual pareceu terminar de engolir a comida e então falou, pensativo:

— Mas existe algo de verdade no que Katsumori-san diz. Apesar de saber se portar muito bem, Hakari-san, é uma guerreira, uma ótima guerreira, ao que me consta. E suas habilidades acabam sendo desperdiçadas neste lugar. Talvez proteger um velho cortesão guloso como eu não seja a melhor forma de servir ao dever ancestral dos Caranguejo — ele fez uma pausa para rir.

— Meu estimado Tadashiro-san, é claro que devo estar equivocado, mas imagino que…

Katsumori não pode terminar o que dizia, pois acabou sendo interrompido pelo diplomata do Unicórnio.

— Nas Colônias são muitos os confrontos entre os Caranguejo e a Aranha e fala-se que muitas criaturas das terras sombrias podem ser encontradas lá, certamente obra do Clã de Daigotsu. É possível que um dignatário do clã do Caranguejo, Yasuki Jinn, venha nos próximos dias aqui nas terras da família Kitsune. Eu poderia indicá-la a um trabalho mais combativo, talvez. O que pensa sobre isso, minha estimada Hikari-san, o que pensa sobre lutar contra o vil Clã da Aranha e contra criaturas sombrias?
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Tue 10 Feb - 10:54

"É claro que sim!", era o que Hikari responderia de imediato. Mas preferiu conter-se. Ponderou e então respondeu:
- Claro que seria de meu agrado. Mas dessa forma eu estaria deixando de lado a minha responsabilidade com sua segurança, Tadashiro-san


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:34; edited 2 times in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Thu 12 Feb - 11:06

O samurai muito acima do peso deixou escapar uma risada animada e sorriu simpaticamente.

— Não existe necessidade para tanto comedimento, Hikari-san — ele disse — Não estamos na corte, mas numa sala entre amigos e sem ouvidos estranhos escutando nossa conversa!

Ele riu por mais alguns instantes e uma vez mais lançou um olhar mal disfarçado para Katsumori. O shugenja escondeu sua expressão balançando seu leque a frente do rosto. Logo o diplomata do clã Unicórnio se voltou mais uma vez para Hikari.

— É claro que minha influência talvez não fosse o suficiente para lhe ajudar e estar presente em um lugar que lhe fosse mais de seu agrado, embora um bom começo. Ao que me parece existem algumas vozes contra você dentro de seu próprio clã. Caluniadores decerto. — ele balançou a cabeça como se ponderasse e então seu simpático sorriso voltou — É possível que eu mesmo vá para as colônias ao fim de alguns meses… Me partiria o coração não ter a sua companhia por lá e meu coração se encheria de medo não podendo contar com a sua proteção. Infelizmente o acordo com o Caranguejo era de me servisse como Yojimbo nas terras dos Kitsune e não em outro lugar…

Tadashiro levou a mão ao queixo, como se ponderasse algum assunto complexo.

— Dizem que os descendentes de Hida valorizam muito o casamento e esperam que seus membros dêem continuidade a tal legado. É uma boa forma de ganhar prestígio e ter algo com que barganhar por algumas concessões do Clã. Principalmente se for um casamento entre diferentes famílias e diferentes Clãs, que só teria a beneficiar a ambos. — Ele sorriu discretamente — O que pensa de tais assuntos, Hikari-chan? Eu mesmo não sei o que pensar. Em minha posição privilegiada de diplomata, mesmo que tenha recebido propostas, nunca aceitei. Só hoje em dia penso que teria tempo para as cerimônias e formalidades.

Tadashiro olhava diretamente para os olhos de Hikari. Seus rosto rechonchudo era tão simpático quanto sempre. Para um bom observador, era de se admirar que ele tenha falado por tanto tempo sem parar para comer.
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Sat 21 Feb - 10:49

Hikari ficou confusa. De certa forma, parecia-lhe que Tadashiro estava lhe propondo casamento e usando como desculpa a ida para as colônias. Por outro lado, talvez ele só estivesse tentando ajudá-la... E na possibilidade ambígua da proposta, ela não sabia o que responder.
Ponderou por alguns instantes e então perguntou:
- Tadashiro-san, o sr. pretende me arranjar um casamento?


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:35; edited 2 times in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Tue 3 Mar - 16:48

Tadashiro, ainda sorrindo, abriu a boca para falar, no entanto, antes que proferisse qualquer som, um servo deslizou a porta e, sem entrar no recinto, anunciou:

— O ilustre Kitsuki Hayato, do Clã do Dragão acaba de descer de seu palanquim, logo à frente da mansão, Tadashiro-sama.

O samurai do Unicórnio ignorou o aviso e se virou novamente para Hikari, no entanto, antes que pudesse falar, foi novamente interrompido, dessa vez por seu companheiro, Kitsune Katsumori.

— Hiruma Hikari-san, não poderia fazer a gentileza de receber Hayato-san? Um dignatário do porte dele merece mais do que ser recebido apenas por serviçais.

Ide Tadashiro se virou rapidamente para o shugenja, o protesto claro em seu rosto. Por alguns instantes os dois se encararam e a animosidade ficou clara em seus olhares.

Foi o Unicórnio que acabou cedendo. Ele baixou a cabeça e então voltou-se mais uma vez para Hikari, sorrindo-lhe cheio de simpatia.

— Eu não poderia negar a sabedoria nas palavras de Katsumori-san. Hikari, requisito que me ceda a gentileza de ir receber Kitsuki Hayato-dono.


Em off:
 
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Mon 16 Mar - 18:40

Ela obedeceu sem falar mais nada. Estava confusa, mas sabia que fazer mais perguntas não iria adiantar em nada. Só lhe restava esperar o desenrolar das coisas.


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:35; edited 2 times in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Tue 7 Apr - 9:25

Hiruma Hikari se dirigiu até a entrada da mansão tentando manter a confusão longe de sua expressão. Não sabia muito bem o que pensar. Seguindo o servo que havia vindo noticiar da chegada do dignatário do Clã Dragão, Hikari logo chegou até onde o recém chegado esperava.

Kitsuki Hayato estava vestido em um kimono nas cores esmeralda do Dragão. Olhava não para onde quem iria lhe buscar poderia vir, mas observava o teto e alguns dos móveis com a intensidade com que uma ave de rapina observa suas presas. Seus olhos semi-cerrados, concentrados, eram como os olhos de um falcão.

Apesar de parecer perdido em análises estranhas que apenas os Kitsuki conseguiam entender, assim que Hikari se aproximou, Hayato voltou-se para ela. Não era um homem alto, nem tinha a constituição de um bushi que dedicou a sua vida ao treinamento marcial. Ainda assim, alguma coisa em seu porte passava a intenção de que era alguém metódico e competente nas artes da espada. A katana que fazia par com a wakizashi em sua cintura, confirmava isso.

Sério e compenetrado, aguardou enquanto Hikari vencia a distância que os separavam.


Spoiler:
 
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Sun 19 Apr - 20:44

A jovem samurai se aproximou do desconhecido. Tentou tirar de sua voz qualquer aparência de hesitação.
- Eu sou Hiruma Hikari. Tadashiro-san enviou-me aqui para recebê-lo. - Disse enquanto fazia uma breve e cortês reverência.


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:35; edited 2 times in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Mon 20 Apr - 22:20

Kitsuki Hayato pareceu analisar Hikari com seus olhos por um longo segundo antes de responder à reverência. Não respondeu nada, apenas esperou que ela o guiasse até onde estariam Katsumori e Tadashiro.

Mesmo o Dragão estando logo atrás dela, Hikari podia sentir a intensidade com que ele olhava para os arredores, sempre procurando por algo.

Continuou às costas da samurai do Caranguejo e quando ele falou, foi sem preambulo algum.

- Alguns samurais pessoas poderiam dizer que é curioso, se não inesperado, que um diplomata desgostoso ao clã de Kanpeki mande uma yojimbo do Caranguejo para receber um cortesão conhecido por defender a Aranha. Me pergunto o que um vassalo de Hida pensaria caso estivesse nesta situação.

Não era segredo para Hikari, e para quase nenhum samurai daquela cidadezinha de Mura No Rin’en, que Ide Tadashiro e Kitsune Katsumori estavam se reunindo com Kitsuki Hayato para discutir o clã da Aranha. Opositores ao clã de Kanpeki dentro do Louva-A-Deus e do Unicórnio - normalmente favoráveis à Aranha - os dois vinham conversando com o dignatário do Dragão. Supostamente tentavam discutir a vilaneza da Aranha com um membro do clã que mais a apoiava.

Certa vez Hikari havia ouvido falar que Tadashiro e Katsumori pretendiam mudar a opinião de seus clãs e dois outros clãs que viam a Aranha com favor ou com neutralidade. De seu ponto d de vista mais próximo da situação, era exatamente o que acontecia.

Ainda assim, a pergunta de Hayato a pegou completamente de surpresa.
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Thu 23 Apr - 23:54

Tendo sido pega de surpresa ela quase respondeu de forma ríspida ao samurai, tamanha havia sido a presunção em sua fala. Era óbvio que ela, sendo do caranguejo, teria ressalvas com aranhas ou simpatizantes, de forma que aquele desconhecido declarar-se assim, tão subitamente, um defensor do inimigo de seu clã, só poderia ser considerado uma provocação.
Mas, mais uma vez, Hikari conteve-se. Respirou fundo e por alguns instantes permaneceu calada.
Pouco depois ela falou:
- Faço o que fui designada a fazer. Não pretendo ficar questionando as ordens superiores.


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:36; edited 2 times in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Sat 25 Apr - 22:25

Por algum motivo Hikari imaginou que Hayato sorriu às suas costas, como se tivesse achado alguma graça em seus modos. No entanto, o samurai do Dragão adiantou o passo e se colocou ao lado da Caranguejo. Apesar de manter a seriedade, sua expressão estava um pouco mais amena.

- Perdoe-me se minhas palavras soaram ofensivas, Hikari-san. Respeito à importância que dá a sua função. Dever é uma virtude nos samurai. Você tem o seu, enquanto eu tenho o meu. É verdade que sou fávoravel um clã que se originou das próprias terras sombrias, clã em que muitos samurais carregam a mácula dos perdidos, mas minha opinião não é infundada ou apressada. O dever ancestral do Caranguejo é proteger o império das terras sombrias, já um dos deveres do Dragão, comandado pela Imperatriz, é vigiar a Aranha.

Ele fez uma pausa, mas logo acrescentou.

- Não é uma crença cega. Como a maioria dos Kitsuki e seus vassalos, me atenho a fatos, raciocínio e observação. Minha opinião mudará caso eu me encontre errado e me mostrem isso, e, imagino que isso seja aparente, sempre estou disposto a debater a questão.

Hikari já havia ouvido falar na estranheza que era o chamado “método Kitsuki”. Os samurais dessa família do Dragão diziam se basear no que chamava de “observações factuais, análises de comportamento, provas, suposições e inferências”.  Em todo o império isso era visto com desconfiança, afinal, supor que um samurai era culpado de um crime sem que houvesse uma prova cabal era ir contra a sua palavra e a sua honra.

Afinal, samurais não mentem. Desde os tempos antigos era a honra e a declaração de testemunhas e não “provas” que determinavam se alguém era culpado. Um samurai culpado confessaria… e se fosse culpado e não quisesse confessar… o torturador o convenceria. Mesmo que a imperatriz Iweko houvesse vindo da família Kitsuki, isso ainda não havia mudado.

In off:
 
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Wed 29 Apr - 0:02

Apesar acreditar na honra de um samurai, Hikari sabia que nem sempre toda a verdade era exposta. O acidente com seu antigo noivo era uma prova viva disso.

Assim, mesmo sabendo que um samurai honrado diria a verdade, ela sentiu um interessem maior pelo que se dizia do “método Kitsuki” e não resistiu a perguntar:

- E quais fatos você teria para defender o clã aranha?


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:36; edited 1 time in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Thu 30 Apr - 20:19

Hayato olhou para Hikari e por um instante e por um instante muito breve diminuiu a velocidade de seus passos, mas logo retornou a uma velocidade que acompanhava o andar da samurai-ko do Caranguejo.

- Não se pode negar a relação que o Clã da Aranha possui com as Terras Sombrias. Muitos de seus membros são, ou são descendentes de, samurais que possuem a Mácula do Jigoku e que por muito tempo tramaram contra Rokugan. No entanto, foi a própria Imperatriz Iweko, em sua sabedoria divina que está acima de nós, que decidiu pela oficialização do Clã da Aranha. Está além de mim contestar as decisões da Imperatriz.

Ele fez uma pausa em sua fala em que rapidamente tentou prescrutar pela abertura de que levava a uma sala lateral, mas logo retornou ao que dizia.

- Sua primeira ordem para o clã de Daigotsu Kanpeki foi “conquistem em meu nome”, enviando o recém formado clã da Aranha para os antigos Reinos de Marfim, onde eles buscaram desbravar as selvas estranhas, combater as ameaças que restavam naquelas terras e preparar o terreno para uma colonização rokugani mais sólida. Foram importantes para o império divino de Iweko I, pois depois da Guerra dos Destruidores havia uma… falta de recursos humanos e materiais. Os Reinos de Marfim eram lugares exuberantes em riquezas. E estavam virtualmente vazios.

Hayato se virou para Hikari mais uma vez, ainda sem exprimir nenhuma emoção, mas ainda assim respeitoso e cordial.

- Hikari-san, coube ao clã do Dragão vigiar a Aranha e fizemos isso ao longo dos anos. Já se passou uma geração desde a Aranha se tornasse um clã maior. Samurai leais ao império e sem a Mácula das Terras Sombrias fazem parte do legado de Daigotsu. E por todo esse tempo, se dedicaram a servir ao Império e cumprir ao seu dever.
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Sat 2 May - 19:14

Hikari preferiu prosseguir sem dizer mais nenhuma palavra. Apenas um breve aceno de cabeça para deixar claro ao samurai que havia escutado com atenção o que ele havia dito.


Last edited by rasrbk on Mon 26 Sep - 10:37; edited 1 time in total
Back to top Go down
Kobold

avatar

Posts : 238
Join date : 2014-05-13

Sheet
HP/H.P.: 19 | 3
SV: Fort +3/Ref +5/Wil +2
AC: 18 / T 13 / F 15

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Mon 11 May - 19:45

Os dois samurai seguiram o corredor em silêncio por alguns instantes, Kitsuki Hayato não procurou iniciar novamente um conversa com a Caranguejo. Depois de uns instantes, chegaram até a sala de visitas, podendo ouvir, enquanto se aproximavam, os risos animados de Ide Tadashiro.

Adiantando-se alguns passos, Hikari abriu a painel shôgi, entrou, fez uma reverência e anunciou em alto e bom som a presença de Kitsuki Hayato.

O samurai do Dragão entrou no recinto decidido, mas com cautela. Tão logo adentrou a sala de hóspedes, olhou para os lados, analisando cada ponto do recinto que parecesse encerrar alguma curiosidade. Mesmo quando Kitsune Katsumori e Tadashiro se levantaram, o Unicórnio tendo um pouco mais de dificuldade em realizar o ato do que seu companheiro do Louva-a-Deus, e os três trocaram uma respeitosa reverência, Hayato parecia analisar os arredores.

- Sua presença me alegra, Kitsuki-san - disse Ide Tadashiro amigávelmente - agradeço que tenha tido tempo para fazer as vontades de um velho cortesão.

Hayato colocou a sua katana num suporte para espadas, mantendo a wakizashi em sua cintura e respondeu ao anfitrião.

- Ide Tadashiro não é um nome que se despreza quando o assunto é política, diplomacia ou apenas um encontro agradável para desfrutar de boas folhas de chá - respondeu Hayato, seriamente, mas aparentando honestidade. - Imagino que “tolo” não seria forte o suficiente para descrever alguém que recusou a um convite tão valioso.

Ide Tadashiro fez outra reverência, agradecendo as palavras. Ao seu lado, o shugenja da família Kitsune sorriu.

- Espero que nosso encontro não alcance às raias da diplomacia ou da política, Hayato-dono - disse ele, suavemente - certamente o assunto que trataremos não é algo leviano, apoiando ou não o clã de Kanpeki, a Aranha sempre será um tema tratado com seriedade. Mas espero que seja possível mantermos o clima ameno e apenas discutirmos observações divergentes enquanto desfrutamos do chá que Tadashiro-san nos preparou.

- Uma infusão exótica, devo acrescentar - disse Ide Tadashiro com um enorme sorriso - mandei trazê-la recentemente das colônias. Os preparados do antigos Reinos de Marfim são realmente… interessantes. Espero que seja do seu agrado.
Hayato fez uma breve reverência, logo respondendo ao hospitaleiro.

- Nunca experimentei tal artigo das colônias, Ide-san. E ainda que talvez não supere o meu gosto pelo autêntico chá rokugani, será uma experiência singular. Agradeço-lhe pela oportunidade.

Os três trocaram mais algumas palavras amenas e então Ide Tadashiro convidou Hayato para se sentar com ele e Katsumori. Quando o samurai do Dragão já estava indo à mesa, o Unicórnio se voltou para Hikari.

- Hikari-san, por favor, faça a gentileza de ficar à porta. Não deixe que ninguém nos interrompa, por algo menor do que uma ordem do imperador. - Pediu ele, de olhinhos apertados e com um enorme sorriso.

em off:
 
Back to top Go down
rasrbk

avatar

Posts : 71
Join date : 2014-09-04

Sheet
HP/H.P.: 18 | 3
SV: Fort +5/ Ref+1 / Wil+1
AC: AC 19 / T 12 / F 18

PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   Mon 26 Sep - 13:48

Atendendo a solicitação de Tadashiro, Hikari fez uma breve saudação e saiu da sala. Ficou em pé do lado de fora, curiosa sobre o que os homens iriam conversar, mas fazendo o possível para pensar em outras coisas. Ela sabia que não podia ficar prestando atenção na conversa, então sua atenção ficou dividida entre ouvir o que estava sendo dito dentro da sala e tentar pensar em outras coisas. Ela ficou cantando uma musiquinha mentalmente para tentar se distrair, mas isso não foi muito eficiente. Ela parava a todo instante para ouvir fragmentos da conversa lá dentro
Back to top Go down
Sponsored content




PostSubject: Re: O Prólogo de Hikari   

Back to top Go down
 
O Prólogo de Hikari
View previous topic View next topic Back to top 
Page 1 of 1
 Similar topics
-
» New THX Logo Trailer
» My Today Surprise .... from MY-JFC Taikos ... (present for Logo competition)
» **Make a logo for TCI Contest** (Contest Over)
» S7 logo contest #2 vote now everybody please
» Looking for someone to create a logo...

Permissions in this forum:You cannot reply to topics in this forum
Reanna Roleplay Forum :: Roleplaying :: Short Adventures-
Jump to: